free web hit counter
Vem com a gente!
Receba nossos artigos em primeira mão



Acessibilidade: PCDs das principais passarelas para o mundo

Cultura

acessibilidade nas passarelas

A inclusão social para os portadores de necessidades especiais, ao longo dos anos tem evoluído.  Se antes os PCDs eram tratados sem o devido respeito, tendo que se ajustar à forma de viver da sociedade, hoje, por meio de inúmeras iniciativas ligadas à inclusão e acessibilidade, o cenário é diferente.

Nesse processo de evolução, além da garantia ao acesso básico no do dia-a-dia, em ruas, mercados, shoppings, transportes públicos, lojas e ambientes de trabalho, a acessibilidade tem crescido em ambientes socioculturais, como oficinas de dança, teatros, esportes terrestres e aquáticos e dentre eles alguns radicais.

E no meio de tanto progresso, não poderia faltar toda a beleza dos PCDs nas passarelas de moda! Grandes desfiles como São Paulo Fashion Week (SPFW) e New York Fashion Week (NYFW), dentre outros, têm realizado um importante papel de inclusão em seus eventos.

São Paulo Fashion Week

Aconteceu em agosto de 2017 no SPFW o lançamento da coleção de moda praia, primavera-verão 2018 do estilista Ronaldo Fraga. O evento contou com a ilustre participação de três deficientes físicos: Vagner Molina de 47 anos, Bruno Alencar de 28 anos e Ravelly Santana de 21 anos.

Ravelly foi a primeira mulher com deficiência a desfilar no maior evento de moda da América Latina. Os três modelos que sofreram amputação de um dos seus membros inferiores, puderam representar no desfile a beleza do diferente, desmitificando a ideia de que beleza tem padrão.  

Com essa atitude, o grande evento de moda iniciou um marco, subindo mais um degrau na escada da evolução da inclusão.  

modelos pcd

Modelos PCD na passarela do Ronaldo Fraga

New York Fashion Week

Em 2014, a NYFW trouxe pela primeira vez  uma modelo portadora de deficiência física, promovendo a inclusão social, da passarela para o mundo. A cadeirante Danielle Sheypuk representou milhares de mulheres deficientes do mundo com grande estilo.

Já na edição de 2015, viu-se a continuação do show de progresso de inclusão, quando outros modelos portadores de deficiência marcaram presença no local. A NYFW proporcionou que Jack Eyers se tornasse o primeiro homem com amputação de uma das pernas desfilasse na passarela.

O evento que foi organizado por estilistas italianos e que ganhou o nome de “Made in Italy”, ainda contou com a participação de Jamie Brewer, portadora de síndrome de Down, e Rebekah Marine, que nasceu sem o antebraço e utiliza prótese.

 

Desfile inclusivo de Andressa Salomone

Aconteceu em Junho deste ano, em SP o desfile de moda inclusiva da estilista Andressa Salomone. A coleção foi inspirada em sua amiga de infância, que é cadeirante. Andressa projetou diversas peças para facilitar a vida dos portadores de deficiência física.

Os looks são compostos por macacões, vestidos, shorts e moletons, com algumas pequenas adaptações de zíperes e botões, colocados em lugares estratégicos, permitindo que as peças sejam montadas e desmontadas no corpo, detalhes que fazem toda diferença e reduzem tempo na hora de PCDs se vestirem.

 

A acessibilidade ainda deve conquistar mais territórios

Engana-se quem pensa que já estamos bem no ponto que estamos, quando se trata de inclusão social para PCDs. Há sempre novos espaços a serem conquistados e novas soluções que tornarão a vida das pessoas com deficiência mais prática e inclusiva.

Entretanto, é fato que hoje com a sociedade mais conscientizada e com grandes eventos como os de moda, que um tem alcance mundial abrindo espaço para a causa, há melhores possibilidades e oportunidades de avanço.

Escreva seu comentário:

Comentários:

Inteligência artificial prevê deficiência em bebês | Acesso Livre:
[…] Leia também:  PCD’s nas principais passarelas do mundo […]

03 Maneiras para realizar a transferência de tetraplégicos:
[…] Leia também nosso outro artigo e conheça as pessoas com deficiência nas principais passarelas da moda. […]

ENTRE PARA O GRUPO



Desenvolvido por